Conferência Internacional SocyHume 2016 (Pt)

 portugal-bandeiraDos espaços de sociabilidade ao património histórico. O Sul em perspectiva comparada. Séculos XVIII a XXI.

PROGAMA: 20sept_circularconmoderadores_congintsocyhume

Datas: 22, 23 e 24 de Setembro

FECHADO: Registo de papers (30€): fechado o 30 Maio 2016.

FECHADO: Registo com direito a certificado de asistencia (15€): de 1 a 30 de junho 2016.

Organização: CIDEHUS, Universidade de Évora (Comittee).

 

CONVOCATÓRIA DE COMUNICAÇÕES

Espaços de sociabilidade e património são domínios que nos estudos da sociabilidade surgem normalmente, até à data, separados. Este congresso interdisciplinar aspira a redimensionar o papel jogado pelas formas de sociabilidade para gerar manifestações de património histórico (material ou imaterial), tanto pelas suas arquitecturas como pelas suas formas de relação social e cultural.

Trata-se de contemplar os espaços de sociabilidade formais e informais como geradores de um património cultural. Tabernas, cafés, teatros, praças, lojas, círculos, associaçoes, encerram um desenvolvimento arquitectónico particularmente diferenciado na modernidade, cujos edifícios – com menor ou maior luxo – encerram um valor patrimonial histórico inegável.

Tais espaços deram lugar a manifestações culturais que, em alguns casos, foram declaradas património da humanidade (flamengo, fado, cante alentejano, corridas de touros, etc.). Assim, geraram uma cultura da relação social que não é tão valorizada, quando no entanto foram os criadores de um capital social e de um património relacional de profundo alcance na contemporaneidade. Trata-se de uma herança imaterial que, especialmente na era digital, está em mutação comparativamente às suas formas originais.

O espaço de estudo: o amplo Sul

Procura-se uma focagem sobre as manifestações do Sul no sentido amplo (Europa, América, Brasil ou África) e em perspectiva comparada, o que inclui, também, visões comparativas com outros pontos cardinais.

A cronologia: os séculos da modernidade

Centrado principalmente na Época Contemporânea –séculos XIX a XX– contempla, também, as etapas iniciais da nova sociabilidade, desde os séculos XVII e XVIII, até às alterações ocorridas no século XXI.

Principais eixos temáticos

Estado da Arte interdisciplinar. Questões teóricas e conceitos sobre a união do conceito de sociabilidade com o de património cultural e da humanidade, no âmbito das diversas disciplinas, tais como: Antropologia, Sociologia, Economia, Arquitectura, Arte ou História.

Arquitecturas da Época Contemporânea para o ócio e o espaço público. A construção dos espaços de socialização da nova elite da modernidade: associações masculinas, jardins, praças, tabernas, cafés, lojas, museus, teatros, espectáculos de marionetas, etc.

A voz eterna: cultura oral, pregões, canções, manifestações populares de tradição oral, músicas, músicos e os seus escenarios cambiantes.

Círculos de vivência de crenças e ideologias: manifestações de sociabilidade religiosa, de espírito ideológico e da política, redes e encontros em lojas maçónicas.

– Espaços de tradição e nacionalismo: o papel de sociabilidade no fomento e reprodução de manifestações culturais, posteriormente apropriadas pelos movimentos nacionalistas e consolidadas pelo património imaterial.

O capital social do encontro público: os laços, as redes e o capital social desenvolvidos nos espaços da sociabilidade como forma de património cultural e humano.

O espaço público e o público: o papel da esfera pública na construção de uma comunidade de participantes e frequentadores de círculos de sociabilidade. O público como património cultural mutante na era da digitalização. Os desafios do século XXI, os reptos do empreendimento e empreendedorismo social e a gestão cultural para a sociedade digital.

– Outros temas: Se tem qualquer sugestão de tema relacionado com esta união entre a sociabilidade e o património cultural, não hesite em escrever-nos propondo-o. Os trabalhos sobre o século XVII, antessala da Contemporaneidade, onde se abordam estes temas, são bem-vindos.

*

Cartaz (Pdf): DefinitivoPOSTER.CARTAZ_2016.SocyHume.Congres